sábado, 29 de julho de 2017

Dá Pra Ficar Rico Na Nova Zelândia?

A Questão é: Você quer ficar rico na Nova Zelândia?

Calma, você já vai entender onde eu quero chegar.

Como eu já falei anteriormente aqui,passei em torno de dois anos na Nova Zelândia. A Nova Zelândia era praticamente uma fazenda gigante de 3º mundo até meados dos anos 80 quando (pasmem) o partido trabalhista de lá chegou ao poder e privatizou e terceirizou praticamente o país inteiro. No início dos anos 2000, vem Peter Jackson e coloca o país no mapa. A partir daí todo mundo passa a conhecer essa pequena porção do império britânico. Aqui vou trazer uns dados de cabeça mas pode crer que eles estão mais ou menos corretos. O país que tem o tamanho do estado de São Paulo é uma monarquia parlamentarista, 3ª economia mais livre do mundo, o país menos violento do mundo, menor densidade populacional do mundo e com necessidade de importação de mão de obra. Pra mim nada disso interessava àquela altura, a real é que eu fui pra lá por ser fã de O Senhor dos Anéis desde criança e queria visitar os lugares onde foi filmado.

Visitando o Condado - Matamata
Foram diversos "choques" durante a minha vida lá. Você se choca com a conservação das ruas limpas, com os lindos parques, garotas de vestido curto andando sozinhas às 3 da manhã com os olhos grudados no modelo mais novo do iphone sem preocupação nenhuma ou um cara sentado na calçada no mesmo horário com um laptot no colo.
Victoria Park em Auckland. Sky Tower ao fundo
Trabalhar lá é outra coisa curiosa, praticamente nenhum ou nenhum direito (consequentemente nenhum encargo) trabalhista e recebendo por hora, sem limite de horas por dia. Não quer ir trabalhar? está doente? Não tem problema, não precisa trazer atestado nem nada do tipo, só não recebe, simples assim. Pode acreditar que tinha gente implorando por mais horas para ser "explorado". Com o que você ganha lá, mesmo no mais simples emprego, consegue pagar aluguel, alimentação, vestuário e lazer. Sustentar uma família aí é já um pouco mais complicado se só uma pessoa trabalhar e receber o piso salarial, óbvio. O que pude observar é que muitos dos Kiwis tem empregos de razoáveis a bom levam a seguinte vida: trabalham dois meses e viajam dois meses, trabalham seis meses e fazem mochilão de um ano e por aí vai.

Vida simples suburbana 
Poderia me extender muito mais aqui mas quero deixar assunto para outros posts. O meu ponto aqui é dizer que, com um estilo de vida desses proporcionado pelo capitalismo neo zelandês e pouca ou nenhuma intromissão estatal, você ainda quer realmente ficar rico? trabalhar todo dia a vida toda  a mais do que a média? Não vejo problema nenhum, provavelmente eu o faria. Mas é realmente necessário? Eu vejo que a maioria das pessoas (e eu me incluo nisso) vê o ato de enriquecer (como disse Gene Simmons) como uma forma de levantar uma muralha entre a sua família e a pobreza, falta de segurança e necessidade. Foi uma experiência curiosa ver um país onde você pode levar a sua vida numa boa, ter um emprego ok, sem aquele desespero de ter que sempre crescer e crescer, e poder viver como quiser não sendo um milionário.

13 comentários:

  1. Muito legal a sua iniciativa de compartilhar sua experiência, se possivel não pare. Discorra mais como ir pra lá. Oportunidade de empregos. Aceitação do povo local.
    Mulheres.

    Vlw

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode deixar, vou trazer mais informações sim.

      Abraço

      Excluir
  2. Interessante conhecer mais sobre a Nova Zelândia, e como são as coisas lá, vou acompanhar as postagens.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É realmente um país impressionante e que nem todos prestam muita atenção. Fique ligado que vou contar mais sobre ele.

      Abraço

      Excluir
  3. E a mesma coisa acontece na Austrália, mas ao meu ver, qualidade de vida vale muito mais do que altos cargos e salários. Se dá pra viver razoavelmente bem de garçon trabalhando só 4h por dia e curtindo a praia durante o dia, por que não ? Pena que qualidade de vida nesse nível (trabalhando pouco sem stress e ganhando muito) está completamente fora da realidade Brasileira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, concordo plenamente. E isso que me deixa mais indignado, o como isso não é possível aqui no Brasil. Vai ter um post falando sobre isso.

      Excluir
  4. Respostas
    1. Vou contar como é aqui em Portugal nesse sentido.

      Excluir
    2. Valeu pelo apoio. Tenho bastante interesse em saber mais sobre Portugal. Disso sim quero saber.

      Excluir
  5. Gostei do relato.

    Um país com qualidade de vida é outra coisa, não é. Mas o lance do enriquecimento seria mais para ter uma Independência Financeira, e com ela a tranquilidade de não ser tão facilmente abalado por uma crise financeira ou outros tipos de crises. Além de ter mais opções (nesse caso, já entra o ponto da liberdade financeira), de poder investir em algo e ser dono de um negócio caso tenha interesse. Ou ainda, poder ter mais tempo que a média dos cidadãos e aproveitar mais as coisas. Enfim, ter IF ajuda muito mesmo em países de primeiro mundo.

    Gostei do blog. Acompanhá-lo-ei.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bem colocado, John. Realmente acabei deixando isso de lado e falando mais sobre como a vida é fácil num país como a NZ. Mas com certeza nada garante que aquele maravilhoso mundinho não possa ser abalado por uma crise e tudo isso ir pelos ares. Então você tem razão, a busca pela IF continua sendo a meta a ser batida.

      Excluir
  6. Sensacional esse post!
    Não conheço muito sobre a NZ mas andei pesquisando bastante sobre a Austrália. E me parece que as regras trabalhistas também são bastante flexíveis.
    Já morei no Japão, trabalhando em emprego bom (como engenheiro), e é impressionante ver como as pessoas lá são mais satisfeitas onde estão, com seus empregos e estilos de vida, sem essa obsessão por subir e enriquecer que temos no Brasil.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico contente que você tenha gostado, Samurai. Eu acredito que a busca desenfreada por enriquecimento no Brasil e países similares é basicamente necessidade. Nosso país é dividido em castas e você só vai conseguir ter uma vida decente sendo rico, não tem outro jeito. Por isso a obsessão. Um abraço

      Excluir